Segundo dia em Dublin

IMG_1636

Olá. No meu segundo dia em Dublin saí bem cedo do meu alojamento para apanhar um autocarro para a prisão de Kilmainham (ver post) Tinha de estar lá antes das 10 da manhã pois tinha comprado a visita guiada para essa hora. Mas, uma vez que os autocarros turísticos passavam por aí, optei por apanhar um deles em vez de apanhar um autocarro publico. Comprei o bilhete diário da City Sightseeing. No entanto, foi uma má opção pois cheguei muito tarde e quase perdi a visita guiada. A viagem, talvez por ser a primeira da manhã, demorou 1h30 desde a O´Connell street. Tive sorte que me deixaram acompanhar os da visita das 10h30! Portanto, se quiserem visitar esta prisão magnífica o melhor será apanharem um taxi ou um autocarro público (ver aqui)

Kilmainham gaol

E, apesar de tudo, recomendo-vos a compra dos bilhetes para a visita guiada à prisão antecipadamente pela internet. É que esgotam sempre, especialmente em época alta! E, a visita guiada vale mesmo muito a pena! Durante mais de 1h mostram-vos praticamente todas as alas desta prisão mundialmente conhecida, e que serviu de cenário para vários filmes de Hollywood, e explicam-vos muito da história da Irlanda e da sua independência do Reino Unido. 

Em seguida, fui a pé até ao “museu” interactivo da Guinness, a Guinness storehouse. É que também tinha marcado pela web o bilhete para este.  E, este também tinha hora marcada, apesar de não ser uma visita guiada. Esta é uma forma de controlarem o número de pessoas presentes neste espaço em simultâneo.

O museu explica todo o processo de fabrico desta famosa cerveja preta e mostra-nos as várias campanhas publicitárias da marca ao longo dos tempos. Isto tudo inserido num edifício com 7 andares, onde se encontram vários cafés, restaurantes e lojas. Para mais informações, vejam este antigo post.

Almocei aí mesmo num dos restaurantes da Guinness storehouse, e o almoço tipicamente irlandês, temperado com cerveja desta marca, foi fabuloso! O melhor de toda a Irlanda!

 De tarde, apanhei a linha azul do sightseeing, que passa pela zona norte da cidade, para ter uma vista panorâmica da mesma. De entre outras coisas, vi o cemitério de Glasnevin, o maior e mais importante de toda a Irlanda. É que tem mais de 120 hectares e aqui estão sepultados célebres católicos e protestantes. Foi O´Connell, que se encontra aqui sepultado,  que o mandou construir, pois antes não haviam cemitérios para católicos na Irlanda. Eu não tive a oportunidade de visitá-lo. Apenas tirei algumas fotos de dentro do autocarro turístico. Mas, se quiserem visitar consultem este site

Glasnevin cemetery

Saí já a sul do rio Liffey, na paragem do Trinity College, para visitar esta famosa universidade onde estudou Oscar Wild. Queria visitar particularmente a sua biblioteca única, a Old Library. Mas, apesar de toda a sua beleza singular, foi difícil tirar uma boa fotografia devido ao elevado número de pessoas aqui presentes.  Saibam mais sobre esta universidade neste antigo post.

De noite, optei por encomendar uma pizza num estabelecimento ao lado do hotel e deitar-me bem cedo. É que no dia seguinte teria de acordar bem cedo e fazer-me à estrada, rumo a novas paragens pela Irlanda. 

Kisses 😉

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s